BattleGround do WOW: O que fazer e o que não fazer (Olho da Tormenta)

Olá pessoas, aqui estou mais uma vez com um post aleatório. Desta vez gostaria de escrever um pouco sobre WOW. Há alguns meses que comecei a jogar o MMO (apesar de já namorar a ideia há anos), e graças à abertura do Server BR e desconto para assinantes da GVT, finalmente pude realizar o sonho.

Sim, você leu certo: Quem que tem banda larga Power GVT pode ter gratuitamente sua versão digital do World of Warcraft e ainda com desconto exclusivo na mensalidade. Você que está pagando a mensalidade de R$15,00 e possui GVT em casa pode digitar novamente no site da battle.net o número do cartão de crédito, que aparecerá lá automaticamente o novo valor com o  descontão da GVT, passando a pagar a mensalidade de R$12,90. Maiores informações no site.

O problema é: Grandes promoções envolvem grandes responsabilidades, ou no caso, grande onda de players novos e perdidos.

Sendo a boa noob que sou, em algum momento fiquei cansada de fazer quests e aderi ao método rápido de upação de se fazer battlegrounds aleatórias (traduzidas para o português como campo de batalha), uma vez que a primeira vitória do dia concede muita experiência. Confesso que no começo fiquei perdida, mas com o tempo fui melhorando (apesar de ainda precisar melhorar muito mais). O problema é que se o seu time não souber jogar a BG (battlegrounds), ,não importa quão bem você jogue: o destino será o fracasso.

Sendo assim, considerando a minha indignação em entrar em BG após BG e só me deparar com times perdidos, decidi fazer esses posts dedicados a cada battleground do WoW, a começar pela Olho da Tormenta (Eye of the Storm).

Eye of the Storm (Olho da Tormenta)

Esta é uma BG que compreende 15 players de cada lado (horda e aliança) e envolve basicamente a seguinte estrutura: 4 bases, sendo 2 de cada lado e uma bandeira situada no meio. Ou seja, a estratégia é basicamente capturar a bandeira, certo?!

ERRADO! Na verdade, o mais importante é tomar controle das bases: Uma vez conquistadas (e mantidas) 3 bases, não importa quantas bandeiras o time oponente capturar, a vitória será dada ao time que tiver o maior número de bases.

Então vamos lá, a BG começou… O que há de ser feito?

O que fazer: Dividir o time em equipes, mantendo alguns defendendo as bases (Runas Draeneicas & Torre dos Magos, no caso da aliança, e Torre dos Elfos Sangrentos & Ruinas dos Aníquilos, no caso da horda) e alguns no meio, disputando a captura da bandeira. Se possível, já se esforçar para conquistar uma base do oponente. Se isso for feito, a vantagem será imensa.

O que não fazer: Capturar a bandeira sem antes ter obtido controle de duas bases. Sim amigos, só uma não adianta. Nas que participei e isso aconteceu, a partida infelizmente se encerrou em cerca de 5 minutos.

Após capturar a bandeira…

O que fazer: Certificar-se de que o meio (MT) esteja dominado pelo seu time para então colocar a bandeira em uma base. Dessa forma, assim que a bandeira for restaurada no MT, alguém do seu time irá pegá-la novamante.

O que não fazer: Colocar a bandeira na base com pressa sem nem saber o que está acontecendo no mundo. Você corre o risco de dar a próxima bandeira para o inimigo de bandeja.

Eye of the Storm (Olho da Tormenta)

Qual a estratégia ideal: Tomar conta de 3 bases o quanto antes possível, e quando pegar a bandeira, segurá-la por mais tempo possível. Assim, além de já possuir a vantagem devastadora de possuir 3 bases, não dá chances para que o oponente acumule pontos com captura de bandeiras. O melhor lugar para se segurar a bandeira é próximo do cemitério, pois por mais que seus inimigos estejam avançando, seus aliados estarão renascendo ali e imediatamente te ajudando a aguentar a barra.

Mas, principalmente, para fazer tudo isso dar certo, é necessário COMUNICAÇÃO. Mas por favor, comunicação construtiva. Uma coisa que aprendi, é que ao entrar na bg perguntar ao resto do time se eles sabem a estratégia ou já ir perguntando quem vai defender o quê inicialmente. Esse tipo de iniciativa já ajudou alguns players que estavam fazendo pela primeira vez e o resultado foi satisfatório. O que não adianta é ficar no chat xingando o time e tentando dar uma de Deus do WoW. O chat sempre deve ser usado para ajudar a saber quem vai aonde, aonde o inimigo está atacando e quem precisa de ajuda. Sendo assim, qualquer tipo de reclamação não fará com que o time ganhe e só servirá para poluir a sua tela.

No mais, é isso, e prometo voltar em breve para contar um pouco mais sobre a próxima batteground. ^^

~Agradecimentos a TioGatts(Nemesis~Azralon).

Psicóloga, nerd e game designer. Dona de casa nas horas vagas (quase nunca...)