League of Legends

“Comunidade” é a chave para explicar a explosão de popularidade dos jogos de luta

Shoryuken

Muitos se perguntam por que recentemente os jogos de luta voltaram a ser um gênero de destaque repentinamente após tantos anos na obscuridade. Badalados no início dos anos 90, perderam sua popularidade, sobretudo no ocidente, durante a década de 2000. A maioria dos arcades, antigo ponto tradicional de encontro entre os jogadores, encerrou suas atividades nesse período, fenômeno refletido até mesmo no Brasil.

A primeira ideia que se vem à cabeça de quem observa por fora é de que os jogos de luta simplesmente voltaram a ter qualidade após um período de lançamentos ruins. Mas não é o que aconteceu. Na verdade muitos jogadores antigos ainda preferem jogos como Street Fighter III e Marvel vs Capcom 2 às suas versões mais recentes, alegando que são mais complexos e exigentes na execução dos comandos.

twawk

O fator que resgatou os jogos de luta de volta à glória foi a expansão significativa da comunidade de jogadores. Expansão possível pela internet e seus serviços derivados como partidas online, fóruns, streams e youtube.

A comunidade durante maior parte da década passada se restringia a um pequeno círculo fechado de jogadores que se conheciam e encontravam em torneios de pouquíssima ou nenhuma divulgação. Os jogadores mais conhecidos atualmente, como Justin Wong e Daigo, sempre fizeram parte desse nicho.

Com o advento da massificação da internet, porém, foruns que tratam exclusivamente de jogos de luta, como o site Shoryuken.com, que hoje possui mais de 50 mil membros, viraram febre entre aqueles que desejam trocar informações sobre estratégias de combate de seus personagens preferidos.

Soma-se a isso ainda a transmissão ao vivo de torneios através das Live Streams. A última edição do Evolution Championship, considerado a Copa do Mundo dos jogos de luta, superou a marca de 2 milhões de espectadores diferentes. Os organizadores consideraram o evento um grande sucesso.

EVO

Quem não acompanhou ao vivo poderá assistir as lutas posteriomente, pois vídeos sobre o assunto são constantemente postados no Youtube. E eles não se restringem apenas às lutas, possuindo também diversos tutoriais ensinando novas técnicas descobertas pela comunidade quase que diariamente.

O mais relevante fator, sem dúvidas, foi a possibilidade de se jogar partidas online, eliminando a necessidade de encontrar interessados pessoalmente ou desperdiçar tempo nas idas aos arcades. Street Fighter IV é considerado o atual messias do gênero, por ter sido um dos primeiros a trazer um código de rede online de qualidade, permitindo partidas com lags muitas vezes desprezíveis.

A integração social online presente nos jogos atuais foi a peça fundamental para o retorno de sua popularidade e a tendência é melhorar, pois o novo fôlego despertou o interesse das empresas em investir novamente no gênero. Hoje o mercado já conta com diversos bons fighters, como Street Fighter IV, Marvel vs Capcom 3, Blazblue, KOF XIII entre outros.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Kerplunk disse:

Não acho que essa socialização online tenha sido peça fundamental pro retorno do sucesso dos jogos de luta, já que Street Fighter, King of Fighters, Tekken, entre outros jogos, nunca saíram das paradas ou fazer sucesso, mesmo que em versões antigas… Afinal, o EVO rola desde 2002.
Quem deixou de jogar SF na era dos 16 bits, não voltou a jogar pelo apelo de MP online. Certeza!

Francis Gruber disse:

Pô meu, eu discordo do autor do artigo. Faltou propriedade ao desenvolver o assunto, ficou claro tratar-se de um tema cuja complexidade ia além da experiência do escritor. Acredito que seja o primeiro texto desse “Clamper”, então fica os parabéns pela intenção.

Xande disse:

acho que com esses jogos mongóis de hoje em dia, nada mais justo do que o estilo clássico e que exige mais do jogador retornar do limbo.

sou a favor da simplificação de comandos, pq isso traz mais dinamismo e jogadores dispostos a aprender, mas exageraram isso fazendo jogos banais, tanto em numero de golpes, possibilidades de combos, quanto na aplicação deles, que consiste em apertar 4 vezes um botão e depois finalizar com outro. e me impressiona ver pessoas elogiando esses jogos.

levam 1 ano, cobram 200 reais e vc enjoa com 1 mes, no maximo, de jogatina.

F2 disse:

Não só isso, KOF que era uma das franquias mais populares lançou uns 240 games podres, mais do mesmo…SF seguiu a mesma linha com a série “Alfa”. Hj em dia até MK saiu da tumba.

Gustavo Tigre disse:

deve ser irado entrar em um campeonato de luta de video game
apesar de q eu sou péssimo em jogos de luta
eu seria um pato na competição

Subscribe to RSS Feed Siga o TheMentes no Twitter!
Leia o post anterior:
goanywheredoor
Jean Reno faz comercial para Toyota como Doraemon

As propagandas japonesas sempre foram muito bizarras e engraçadas e esta nova da Toyota não está diferente.

Fechar