League of Legends

Mafia II – Visite Empire Bay, mas não procure um lugar pra morar

MafiaII

Aproveitando que terminei Mafia II faz pouco tempo, aqui vai um review (“spoiless” na medida do possível) sobre ele.

É mais um jogo sandbox (estilo GTA) cujo personagem principal, Vito Scaletta, é um candidato a mafioso. Ele e seu amigo Joe Barbaro vão arrumando uns bicos e visando virar homens feitos das famílias de Empire Bay. Assim como GTA, esse lugar é baseado em algumas cidades reais. Tem um pouco de Nova York, com suas highways que ligam a downtown ao subúrbio; Chicago com seus arranha céus e, é claro, às atividades criminosas!

O que achei bem bacana no jogo foi que conforme você vai avançando na história, a cidade também vai se modernizando, mudando as construções e carros que circulam na cidade.

Sandbox ou não Sandbox?

Já me contradizendo, na verdade o jogo não é exatamente do estilo Sandbox, mas sim linear, com 15 capítulos. Mas perae, como pode um jogo ser Sandbox e linear ao mesmo tempo? A resposta é simples. Você pode fazer o que quiser durante os capítulos, andar pela cidade, matar alguns, roubar carros e lojas, e, quando der na telha, basta cumprir o objetivo para que o capítulo acabe e comece outro!

Mafia 2

Enredo

O enredo do jogo é bem envolvente e, eu mesmo, joguei do começo ao fim de uma vez só (Sou viciado nesse tipo de jogo!). Achei que a história lembra bem o filme “Scarface” com Al Pacino, que para quem não assistiu ainda, recomendo fortemente! Contando desde o início sobre os rapazes que procuram por um jeito fácil de se dar bem na vida, subindo na “carreira”, etc etc..

Gráficos e gameplay

Os gráficos são muito bons, com texturas mais bem acabadas que GTA IV e com um anti-aliasing melhor que The Saboteur(2009). A câmera é on the shoulder como todos os outros do gênero, com um bônus da câmera ser tipo “reality show”, tremendo quando o personagem tá correndo (Teve gente que achou isso desconfortável, então tem a opção de desabilitar essa feature). A ação é mais do mesmo (não que isso seja ruim, muito pelo contrário), com tiroteios contra waves de inimigos, perseguição de carros e fuga da polícia.

O que ele “inova” é que as leis de trânsito tem que ser cumpridas, seguindo o limite de velocidade e não é permitido o hit’n’run (bater em um carro e fugir), fazendo com que você seja perseguido pela polícia e no mínimo tome uma multa. O inova foi entre aspas pois você ainda sim pode passar no sinal vermelho, andar na contra-mão e andar um pouquinho mais rápido que o limite (Por exemplo, se o limite é 40 mph, ninguém vai te encher se andar a uns 55 mph).

Mafia 2

Ao contrário de GTA, só porque você bateu no carro da policia, não vai preso, mas sim tomar uma multa (eu mesmo preferia ter altas emoções e fugia da policia por qualquer motivo ;D ), na qual você deve pagar uns trocados para se livrar dos tiras. O nível de wanted deste jogo é o seguinte:

  1. Você vai tomar uma multa
  2. Você tem que ser preso
  3. Você tem que preso, e vai tomar uns tiros de pistola se necessário
  4. Você vai ser morto, e vai ter que enfrentar policiais com metralhadoras

Mafia II ganha um positivo por ter um sistema de wanted mais complexo que os outros jogos do gênero, pois ao cometer um crime, você vai ser reconhecido pela polícia pelas roupas que está vestindo e/ou pela placa do seu carro, ou seja, é mais complexo escapar da polícia.

Colecionáveis

Para os tarados de plantão, os colecionáveis desse jogo são pôsteres de playmates da época (anos 50 a 70). Também é possível guardar até 9 carros na garagem e fazer um tunning nos que você guardar. Não é grande coisa, mas você pode trocar as cores, rodas, motor e placas. Também é possível colecionar cartazes reais de gângsters de verdade (alguns realmente são bem mal encarados!).

Conclusão

Eu poderia escrever mais e mais coisas sobre esse jogo, mas aí ele iria virar um FAQ, então vou dar minhas considerações finais.

  1. Poderiam explorar mais as atividades mundo-livre, pois eles estão lá, são legais, mas é totalmente ignorável. Por exemplo, você pode vender carros roubados para levantar uma grana, porém o dinheiro desse jogo é totalmente irrelevante. Você ganha muita grana das missões, mas não gasta em lugar algum! O mundo explorável também é completamente useless, pois se for para seguir a história, é só ir de A para B, matar uns caras e pronto
  2. Tomara que saiam DLCs com missões extras, pois, como escrevi no começo do post, terminei de uma vez só. Talvez eu seja uma exceção por gostar do gênero, mas esse jogo é extremamente curto (Se jogar só para terminar, não tem nem 8 horas de jogo)
  3. O acabamento gráfico é muito bom. Não tem muitas luzes e sombras como The Saboteur, mas as texturas e a qualidade são bem superiores

Mafia 2

Minha pontuação:
Jogabilidade: Normal (nem melhor nem pior que GTA IV).

Gráficos: Muito bem acabado. Um dos melhores do gênero.

Trilha sonora: Regular (Não curto muito musica de radio americana dos anos 50~80)

Comprável: Não. Rache com os amigos porque o jogo vai acabar rapidinho e vai ficar encostado.

Alugável: Sim, com certeza não vai se arrepender!

Quer jogar o demo? http://www.mafia2game.com/demo/

Espero que tenham gostado!

You can leave a response, or trackback from your own site.
Subscribe to RSS Feed Siga o TheMentes no Twitter!
Leia o post anterior:
rainbow
RAINBOW: Nisha Rokubou no Shichinin – Homens traçam seu destino

"Acreditamos que as cenas EXPLÍCITAS dessa animação são particularmente importantes para retratar a atmosfera desse período de tempo" Tava de...

Fechar