Plataformas, Tiros, Diversão… Cave Story

Sentindo saudade de plataforma com um feeling de jogo antigo? Cave Story é a melhor escolha.

Bom, o interessante é que esse jogo é independente, produzido em um período de 5 anos até ser lançado em 2004 e feito praticamente por só um cara, conhecido como Pixel… não muito original, né? Mas o jogo é.

Claro que tem seus clichês mas é o bom e velho 2D de plataforma bem pixelado que queremos, o jogo é extremamente “polido” e bem acabado. Várias músicas são muito boas e o jogo apresenta diversos finais. Isso contribui para envolver o jogador em uma história bem legal, com muitos momentos emocionantes (com uma boa dose de melancolia).

Cave Story

O jogo evolui bastante: você vai ganhando armas novas e existe um sistema de nível nelas. Quando você apanha o nível cai, e você pode recarregar pegando uns triângulos que caem de inimigos ou de umas caixas. Uma das coisas mais interessantes é a dificuldade de uns chefões, alguns eu morri muitas vezes até pegar o jeito e, se você tiver saco, tem um final alternativo totalmente opcional que é uma das fases mais difíceis que eu já vi em um game. As tentativas são infinitas, mas o prazer de conseguir passar é imensamente satisfatório.

Cave Story

Como o original é uma versão freeware pra PC (Windows), você pode baixar o jogo aqui e agora também pode baixar versões pra Mac, Linux e outros OS. Desde 2010 saíram algumas versões um pouco (ou muito) diferentes, sendo as mais significativas a versão pro Wii, com cenários e sprites de maior resolução, e as mais recentes: Cave Story 3D, pro 3DS, que usa cenários e personagens 3D, mantendo o mesmo molde 2D de plataforma, e o Cave Story +, que vem com uma fase extra. Não tive a oportunidade de jogar nenhum dos novos mas esse foi, com certeza, um jogo que me deu um puta prazer jogar.

Recomendadíssimo a qualquer um que já gostou de jogar Mario, Megaman, Castlevania, Contra, etc.

No gods. No kings. Only men.