League of Legends

Ponyo, o dia que Hayao Miyazaki veio ao Brasil

ponyo

Assisti hoje Ponyo no penhasco a beira do mar (Gake no ue no Ponyo, Poyno on the cliff by the sea), o ultimo movie produzido pelo estúdio Ghibli (Totoro e Cemitério dos vagalumes), devo confessar mais uma vez que esse estúdio é a fabrica dos sonhos do Japão: Animação primorosa, trilha sonora envolvente, detalhes minimamente preparados, direção genial de Hayao Miyazaki e a história… ah… a história…

O negócio começa no fundo do mar, quando “uma peixe” dourada foge de casa e acaba encontrando Sosuke na superfície, que é um garoto de 5 anos que mora com sua mãe e seu pai que é um marinheiro.

A mãe de Sosuke se chama Lisa, é uma mulher de temperamento forte e trabalha em um asilo que tem senhoras bem legais.

ponyo

Sosuke da o nome de Ponyo a peixinha e viram grandes amigos. Acontece que o pai da Poyno na verdade é um mago que vive nas profundezas do oceano e acha que o lugar dela não é na superfície e resolve busca-la (parece a pequena sereia a parada, mas é muito melhor).

A história se desenrola mostrando que Ponyo não é um simples peixe: É filha do mago com a rainha do mar, que é IDÊNTICA a Iemanjá, o Orixá que é a rainha do mar da cultura brasileira. Sem brincadeira é absurdamente igual, tanto na aparência quanto nas “ações” que ela tem no filme.

Como os orientais são bem extremistas, as ações de Ponyo podem destruir o mundo, mas o filme é tão tranquilo que o fato não é tão catastrófico e isso acaba sendo totalmente secundário. O que realmente importa é a preocupação ambiental, o lúdico, a natureza e a inocência, uma história de “pequena sereia”, mas com um amor bem inocente e puro, que é característico do estúdio.

ponyo

Provavelmente o Ghibli deve faturar o Oscar novamente com Ponyo (o estúdio já levou a estatueta com: A viajem de Shihiro). Essa animação está sendo distribuída pela Disney, que deve ter bancado os custos de produção. Já que o Ghibli é o ultimo suspiro vivo da animação tradicional no mundo.

Estou dizendo isso no âmbito de grandes animações, pois não vemos mais isso nos cinemas, apenas coisas em 3D, que até mesmo a Disney abraçou faz muito tempo.

Vale bem a pena ver Ponyo que está muito bom.

Odô iá! IEMANJÁ (só pra garantir)

*ATUALIZAÇÃO: Ponyo será lançando em Janeiro pela PlayArte no Brasil.

Confira o Trailler:

Entusiasta de animação, música e filme. Um pouco boca suja, mas com minhas próprias opiniões.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Uchiha disse:

Uia!

Parece ser bom. Um dia eu ainda vejo, gosto desse tipo de filme

Subscribe to RSS Feed Siga o TheMentes no Twitter!
Leia o post anterior:
DragonBall
TheMentes Podcast #04 – Dragon Ball

E a quarta edição do TheMentes Podcast sai e conversamos com toda essa galera sobre a série Dragon Ball.

Fechar