League of Legends

Rurouni Kenshin live action: será Hype, ou presta mesmo?

kenshin

Bom, depois de assistir Gantz, devo admitir que a qualidade dos filmes japoneses subiu um bocado. Mas Gantz é muito contemporâneo, e é baseado em muita computação gráfica. Me pergunto como isso irá funcionar no novo filme de Rurouni Kenshin (Samurai X). Parece bastante promissor, mas devemos nos lembrar que é um filme de época (Japão, século XIX) e que muita coisa se passa fora do ambiente urbano.

Pelo que li e vi por aí, presumo que a história deva abranger os primeiros dois grandes “vilões” da série: Jin-E e Aoshi. Mas tem uma pessoa listada para fazer o Saitou, então não consigo ser tão preciso ao afirmar isso. Pelo menos o diálogo é bem fiel (com seus “oros” e “de gozaru”s). Mas não tenho tanta certeza se essa fidelidade vai se manter nas locações do filme. Talvez usem poucas, e isso torne o filme repetitivo. Mas isso só saberemos com o produto final em mãos.

Só espero que o filme não seja uma sucessão de lutas coreografadas com pouco foco nos diálogos e nos personagens, pois Rurouni Kenshin definitivamente não é assim. E lutas exageradas, cheias de efeitos especiais não são necessariamente a coisa mais legal que você pode ver no cinema…

 

Game designer, designer gráfico, pesquisador em semiótica. Adora video games, tanto antigos quanto novos, e cresceu jogando e estudando estes games. Devido à influência da comunidade japonesa local, aprendeu a gostar de mangás e animes, e a não achar a língua japonesa alienígena (ter estudado o idioma talvez tenha ajudado). Não consegue trabalhar sem uma trilha sonora pra acompanhar.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Subscribe to RSS Feed Siga o TheMentes no Twitter!
Leia o post anterior:
The Eyes of Bayonetta
Udon trabalhará no novo Artbook de Bayonetta

Para quem não conhece, o Udon é um estúdio de arte sediado no Canadá, famoso por trabalhar bastante com a...

Fechar