Filme B versão anime, Highschool of the Dead!

Era uma vez uma escola normal que de uma hora para outra, está dentro de um “Cannibal Holocaust” (alias, bom filme) e os alunos tem que lutar desesperadamente para salvarem suas vidas.

Um grupo formado por um “brigão”, um Otaku viciado em armas de fogo, uma criança, uma gostosa mandona, uma gostosa espadachim, uma gostosa indefesa e por fim, uma gostosa enfermeira, que se destaca e consegue fugir do colégio e seguir pela cidade destruindo zumbis, procurando um lugar de paz e viver uma amizade forçada onde a confiança no próximo e a vontade de viver são testados ao máximo.

Dos zumbis, nada a declarar. São padrões… Nada de novo. A diferença desse Ecchi (Animes “sensuais”) é que o homem do grupo não nega muito fogo às garotas carentes, varias cenas picantes aparecem nos episódios.

Mas quem estaria por trás desse Ecchi com um roteiro tão diferente? Mais uma vez, a Madhouse (Casshern, Beck, Black Lagoon, Kaiji, Monster e outros)  abraça essa história inusitada e traz animação e traços de qualidade para os fãs do estúdio e do gênero. Zumbis, garotas peitudas, calcinhas, sangue e perseguição. Essa é a receita que Highschool of the Dead! Traz para os fãs de Ecchi, o que muda é que tem muito sangue e garotas bem desenhadas (ao estilo Queen’ s Blade).

Lembrando que o anime está no capítulo 11 e o mangá está sendo distribuído no Brasil pela Panini.



Entusiasta de animação, música e filme. Um pouco boca suja, mas com minhas próprias opiniões.